Mitos e verdades sobre cintas modeladoras

O uso de cintas, corselets e modeladores em geral causam muitas dúvidas e até mesmo receio por parte de algumas pessoas. Muita gente ainda associa essas peças com aqueles espartilhos super apertados que eram usados até o século passado, que criaram um imaginário de dor e sofrimento. Mas hoje, com o avanço das tecnologias de produção e utilização de novos materiais, esta realidade é muito diferente. As cintas modeladoras da Esbelt, por exemplo são feitas com borracha natural e algodão e proporcionam firmeza e conforto ao mesmo tempo que modelam o corpo.

Confira abaixo os principais mitos e verdades sobre cintas modeladoras.

1.Usar cintas modeladoras ajuda a afinar a cintura

Verdade. O uso constante das cintas no tamanho e modelagem correta ajuda a dar forma à cintura e silhueta. Além disso, elas também aceleram a transpiração e a formação de colágeno, promovendo a drenagem e também ajudam na correção postural.

2. As cintas são recomendadas para a prática de exercícios físicos

Verdade! Mas não para todos os exercícios, fique atenta (o)! Ao fazer abdominais e outros exercícios que usam muito a parte superior do corpo, é recomendado que elas sejam retiradas. Falamos um pouco mais sobre o uso das cintas em atividades físicas nesse texto aqui. 

3.As cintas modeladoras foram feitas para ser usadas somente por mulheres

Mito! Os homens também podem fazer o uso das cintas para obter benefícios que elas proporcionam, como sustentação da coluna na prática esportiva e no trabalho, redução do abdômen e o alívio de certas dores lombares. Como a cinta não marca na roupa, muitos homens que você conhece devem usar cintas e corselets e você nem sabe!

4. As cintas ajudam a manter os seios “de pé

Mito! Por ajudarem na postura, o uso das cintas dá sim uma aparência mais firme para os seios quando estão sendo usadas, mas isso não significa que eles ficarão na mesma posição depois que você as retirarem. O propósito maior das cintas é modelar o corpo, ajudar na correção postura e definição da silhueta.

5.As cintas modeladoras apertam demais e dificultam a respiração.

Mito! Muitas pessoas associam as cintas modeladoras com os Corsets antigos, que apertavam e até prejudicavam a musculatura. Com o avanço da tecnologia, e utilização de novos materiais, hoje em dia, as cintas se adaptam às suas curvas, se moldando de forma confortável no seu corpo.Mas atenção: você deve escolher o tamanho mais adequado para o seu biotipo, não adianta pegar tamanhos muito menores achando que o resultado chegará mais rápido, pois é o uso constante da cinta que irá trazer bons resultados. Segundo o médico Marcelo Loquette, “a função da cinta é modelar o corpo e não apertar” ele ainda completa com a dica “Ao vestir a cinta, confira

6. O uso das cintas, junto com alimentação saudável e atividade física regular, trazem resultados melhores e em menor tempo.

Muito, muito, muito, verdade! O uso da cinta é um recurso a mais para que você alcance o seu objetivo, mas ela não faz milagres. Ter uma vida saudável com alimentação balanceada e prática de atividade física regular irá trazer benefícios não só estéticos, mas também para a sua saúde em geral.

7. O uso de malhas compressivas é indicado para recuperação de cirurgias.

Verdade, desde que haja indicação do seu médico! É preciso avaliar caso a caso, mas o uso de malhas compressivas é indicado por vários especialistas para auxiliar na recuperação de alguns tipos de cirurgia e pós-parto. É importante salientar novamente que a indicação para o uso de malhas compressivas para recuperação pós-cirúrgica é feito por um profissional capacitado.

8. O uso de cintas e modeladores só tem fins estéticos

Mito. Há outros benefícios além do estético no uso das cintas modeladoras. O uso contínuo de um modelador compressivo, também traz benefícios terapêuticos, promovendo a formação organizada do colágeno que forma o tecido conjuntivo, tecido de preenchimento presente em todo o corpo que reveste o músculo como uma malha, exercendo importante papel de fornecer tônus ao sistema muscular. Os modeladores revestem a camada muscular superficial, que ganha sua forma. Além disso, com o uso correto e escolha do tamanho adequado, elas promovem a drenagem linfática por automassagem.

Como um bom comparativo temos as meias de varizes. Elas aceleram o retorno do sangue ao coração, melhorando a oxigenação e evitando o inchaço.

9. O uso de alguns modeladores  podem promover efeitos indesejados

Verdade. Se o produto for elaborado com tecido inadequado, modelagem indevida, ou utilizado em tamanho menor que o seu corpo (impedindo a sua liberdade de movimento e causando desconforto) os modeladores podem sim causar efeitos indesejados. É importante adquirir produtos com boa procedência para evitar problemas.

10. O uso de modeladores pode causar efeitos indesejados no orgãos internos.

Mito. Se o produto for elaborado da forma correta, ele não causara efeitos nos órgãos internos. As cintas modeladoras Esbelt atuam na camada adiposa da epiderme, sobre a musculatura superficial,  promovendo a aceleração da circulação, a drenagem, entre outros benefícios da automassagem. Quando utilizadas no tamanho adequado, a cinta não causa rupturas ou desconfortos, devido às propriedades exclusivas do tecido e design Esbelt.

11. Há algumas contraindicações no uso de cintas e modeladores
Verdade. As gestantes e pessoas que tenham orientação médica impedindo o uso de cintas, não devem utiliza-las. Se você não tem essas restrições, pode fazer o uso delas sem problemas. O importante é sempre seguir a recomendação médica.

12. Há mudança no corpo se os modeladores forem usados regularmente

Verdade. Sabe aquela marca de soutien, que fica no ombro? Ou marca de aliança no dedo? A lógica é a mesma! O uso frequente do modelador irá deixar a área de utilização do seu corpo com o desenho adequado se forem usados corretamente.

13. Usar cintas ou outras peças de compressão durante o treino podem trazer benefícios

Verdade. Atualmente, muitos atletas têm utilizado roupas de compressão durante competições para ajudar no aumento de desempenho. Elas ajudam na recuperação de lesões, previnem ferimentos, além de garantir oxigenação mais rápida do sangue, através da manutenção da velocidade de retorno do sangue ao coração. Além disso, há maior liberação de toxinas, através do processo de transpiração e sudorese.
Quanto mais o sangue do coração é bombeado, o corpo, maior é a eficiência do seu corpo durante a prática de esportes, e com menor fadiga muscular.

14. Colocar a cinta no congelador faz elas durarem mais

Mito! Muitas pessoas acreditam que ao congelar as cintas, as fibras “voltam a elasticidade normal” mas isso não é verdade. Você pode ajudar na conservação da sua cinta mantendo uma rotina de higienização e limpeza periódica, mas isso é assunto para o próximo texto na semana que vem. Acompanhe o nosso Blog.

Como posso avaliar se estou utilizando o produto corretamente?

Primeiramente. você deve conferir o material que o produto é confeccionado e também sua procedência. Comprar de empresas que já tem uma boa reputação neste ramo já é um bom começo para você alcançar os seus objetivos.

Escolha o tamanho correto do seu modelador ou cinta. Eles devem ficar justos no seu corpo, e não apertados. Se você notar rugas profundas no produto, ou sentir desconforto ao utilizá-lo, talvez não tenha escolhido o tamanho correto. Lembre-se que antes de tudo, você precisa se sentir bem!

Gostou das informações? Não deixe de compartilhar com os seus amigos!

Sugestões para você
Outros Posts
Próximo post
Como lavar a sua cinta modeladora da forma correta
Post anterior
Cintas modeladoras são grandes aliadas na busca pela redução de medidas