O que fazer com roupas velhas?

Confira a maneira correta de descartar roupas íntimas

Já aconteceu de você cansar de algumas roupas, mas não saber o que fazer com elas? Peças que você não vai mais usar, como blusas e calças, podem ser remodeladas e transformadas em peças que ainda podem ser usadas no dia a dia.

Muitos pensam que uma maneira de descartar roupas velhas é apenas jogá-las fora, junto com os outros lixos da casa. Ou ainda, separar as roupas numa sacola e deixar na rua. Embora isso ainda aconteça, não é a melhor maneira de descartar as roupas, pois deixá-las na rua junto com o lixo acumula sujeira e polui o meio ambiente.

Estudos estimam que, só no Brasil, são geradas 170 mil toneladas de resíduos têxteis por ano – e 80% deles vão parar em aterros de lixo. Para um tecido se decompor, são necessários centenas de anos. Descartá-los no meio ambiente prejudica solo e lençóis freáticos, aumentando a chance de contaminações, pois esses tecidos liberam gases que aceleram o aquecimento global.  

Buscar a maneira certa de descartar roupas e tecidos velhos é uma forma de cuidar do meio ambiente. Nesta postagem vamos listar alguns modos de reaproveitar ou descartar corretamente as roupas que você já não quer mais. Também veremos a melhor forma de descartar roupas íntimas, como calcinhas, sutiãs e as suas cintas Esbelt. Confira:

Reutilizar as roupas velhas para fazer peças novas

É possível reutilizar roupas velhas para fazer peças remodeladas ou acessórios. Você pode pegar uma calça que não quer mais e transformar num short. Ou colocar algum acessório na camiseta, para mudar o estilo.

Se a blusa estiver muito velha, dá para fazer um top sem alças e usar como uma roupinha de ficar em casa, ou um pijama. Use a criatividade, procure na internet alguns tutoriais de “faça você mesmo” e reaproveite as peças!

Crédito da imagem: Wikihow

Doe para instituições carentes

Existem várias associações que estão sempre recebendo doações, seja de roupas, alimentos ou objetos em geral. Quando fizer aquela limpeza geral no guarda-roupa, aproveite para selecionar algumas peças para doação.

Separar e destinar as roupas para associações é uma atitude responsável e consciente, pois evitará o acúmulo de tecido no meio ambiente. Também é um jeito de agir com solidariedade, ajudar a quem precisa.

Busque as associações mais próximas de você e pergunte se eles recebem doações. Só não vale doar roupas sujas, lembre-se de lavar as roupas antes de colocá-las para doação.

Roupas íntimas: a maneira correta de descartá-las.

Blusas, calças, casacos e outras peças podem ser reutilizadas ou doadas, mas o que fazer com as roupas íntimas? Jogá-las no lixo provoca um impacto totalmente negativo no meio ambiente.

Uma maneira de descartar roupas íntimas é destiná-las à reciclagem. Neste processo, os tecidos serão transformados em fios que podem ser usados como matéria-prima para fabricação de novos produtos.

No Brasil, há poucas iniciativas que envolvem a reciclagem de roupas íntimas, até mesmo de tecidos em geral. Portanto, sugerimos que você entre em contato com a fabricante do produto, para saber se é possível fazer essa reciclagem junto à empresa responsável.

Outro modo também é pesquisar empresas que realizam esse tipo de reciclagem, podem ser instituições públicas ou privadas. O mais importante é destinar o produto para o local certo, evitando ao máximo prejudicar o meio ambiente.

O que fazer com as cintas que não quero mais?

O mesmo processo pode acontecer com as cintas Esbelt que você não quer mais. É possível fazer doação para instituições, de modo que as cintas sejam reutilizadas por outras pessoas. Nesse caso, é importante que as cintas ainda estejam num estado razoável, sendo possível de ser usada por outra pessoa.

A Esbelt seleciona e destina o lixo para reciclagem e descarte nos locais corretos, em parceria com outra empresa, e com isso contribui para a preservação do meio ambiente. Também utilizamos tecidos com certificação Better Cotton Initiative (BCI), um programa de sustentabilidade para o algodão. O BCI ajuda agricultores a cultivar algodão de uma forma que reduz o impacto no meio ambiente e melhora os meios de subsistência e o bem-estar das comunidades agrícolas.

Jogar no lixo as peças traz prejuízos irreparáveis ao meio ambiente e contribui para o aquecimento global. Devemos pensar no meio ambiente e lutar para preservá-lo. Cada pequena atitude importa.

Sugestões para você
Outros Posts
Próximo post
Looks inspiração para Festa Junina 2019
Post anterior
Como ser forte numa sociedade em transformação?