Gerações de mães e os desafios da maternidade real

A maternidade é uma missão das mais desafiadoras na vida de uma mulher. São diversas questões que vão desde a rotina com seus bebês, a necessidade de ter pessoas próximas auxiliando nesse dia a dia, até a educação e comportamento das crianças. 

Apesar disso, assumir essa responsabilidade traz muito significado para a vida. Quando ganham bebê, elas têm a redentora tarefa de preparar aquele ser humano para a vida, ensinando-lhe valores, comportamentos e assim, influenciando as futuras gerações.

Em outros tempos, as mães tinham suas vidas dedicadas aos filhos. A maioria não trabalhava, se o fazia, era algo independente que poderia fazer na própria casa. Nessa época, o seu tempo era dedicado aos filhos, ao marido e ao lar.

Com o passar dos anos, esse cenário se transformou, e hoje são poucas as mães que seguem esse estilo de vida mais tradicional. Muitas mães trabalham em empresas ou são empreendedoras e têm seu próprio negócio. 

A ideia romântica de dicar-se inteiramente aos seus filhos e à casa, também está se transformando. Hoje, com o acesso a uma grande quantidade de informação, muitas mulheres buscam na internet histórias sobre “maternidade real”.

Segundo uma pesquisa feita pelo Google, 75% das mães pesquisam sobre experiências reais que envolvem o universo maternal. Elas querem saber sobre como é o dia a dia das mães, e assim conseguem dissociar a visão romantizada da maternidade, trazendo-a para algo mais prático e realista.

Nessa transformação sobre o que é ser mãe e o significado da maternidade nos dias de hoje, entram também as rotinas de autocuidado – algo que está cada vez mais popular entre todas as mulheres. 

Com o acesso à informação pelas redes sociais, e a possibilidade de comprar mais produtos pela internet, possibilitou que muitas mulheres criassem práticas de autocuidado. Desde rituais de relaxamento, até encontrar tempo para fazer exercícios, são pequenas ações que dão mais bem-estar às mães do nosso tempo.

Uma vez que as mulheres estão tendo um olhar mais realista da maternidade, elas também conseguem se organizar para ter tempo para si mesmas e para os filhos. Esse processo inclui contar com uma rede de apoio para ajudá-las na criação dos filhos. São pessoas, familiares ou amigos, que estão ali para auxiliar a mãe a cuidar da criança.

A maternidade real também configura a maneira como as mulheres cuidam da sua beleza. Hoje, já se tornou mais comum, por exemplo, o uso de cintas pós-parto. Essas peças, além de ajudarem na recuperação da cirurgia de cesariana, também salientam as curvas da mulher, elevando sua autoestima.

Além disso, tornou-se popular o uso de sutiãs de amamentação, facilitando mais ainda o dia a dia das mães. Ao fazer uso desse e outros produtos, as mães conseguem se recuperar mais rápido do pós-parto, e também cuidam melhor do próprio corpo. Isso as ajuda a se sentirem mais lindas e realizadas, como mães e mulheres.

Ser mãe ainda traz diversos desafios que vão muito além das experiências partilhadas na internet, dos assuntos comentados nas redes sociais. Entretanto, poder contar com peças e produtos que ajudem a mulher a se sentir melhor nessa fase da vida, pode ser fundamental tanto para ela mesma, quanto para o desenvolvimento da criança. Afinal, uma mãe que se sente bem, transmite isso para os seus filhos.

Continue acompanhando nosso blog para mais dicas e conteúdos sobre bem-estar, comportamento, moda e como fazer bom uso das cintas modeladoras.

Sugestões para você
Outros Posts
Próximo post
Por que comprar cintas pós-parto e quando é recomendado usá-las?
Post anterior
Exercícios em casa: use a faixa elástica para melhorar a resistência corporal.